Geral

Video: Avião cai após decolar do Aeroporto Carlos Prates em BH

Atualizado 23/10 as 12h25 – Um avião Cirrus SR20 G2, prefixo PR-ETJ, caiu na manhã desta segunda (21), na esquina das ruas Minerva com Rosinha Sigaud, no bairro Caiçara, na Região Noroeste de Belo Horizonte. Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente deixou três mortos e outras três pessoas ficaram feridas.

A queda aconteceu a 1,3 km da cabeceira do Aeroporto Carlos Prates, de onde a aeronave tinha acabado de decolar com destino a Ilhéus. Uma vítima resgatada com vida disse que ia para Recife.

Muita fumaça tomou conta da região. O local é o mesmo onde, em 13 de abril, caiu um avião e deixou um morto.

A aeronave possui um paraquedas, que pode ser acionado quando há algum problema. O dispositivo podia ser visto caído próximo ao local do acidente.

O acidente aconteceu próximo a uma academia. Foram ouvidas pelo menos duas explosões. O local está isolado.

Fabricada em 2007, a aeronave estava autorizada a voar, mas não poderia ser usada para prestar serviços de táxi aéreo. A próxima inspeção anual de manutenção estava prevista para agosto de 2020.

Três carros foram atingidos durante o acidente e pegaram fogo. Os três feridos foram levados em estado grave para o Hospital João XXIIl, com queimaduras; um deles era o piloto da aeronave.

Explosão

Morador da rua onde o avião caiu, o servidor público Carlos Henrique Pacheco Diniz, de 37 anos, ouviu o momento da explosão. “A gente tentou apagar o fogo, teve muita explosão e não deu para ajudar mais”. Segundo ele, dois ocupantes entraram andando em uma casa.

“Eu estava em casa e ouvi um estrondo. Eu sai e vi o primeiro minuto”

Ocupantes do avião

O piloto Alan Duarte de Jesus Silva, de 29 anos, teve quase 100% do corpo queimado após o acidente. De acordo com a família dele, Alan é piloto há dez anos. Vive na cidade de Nova Serra, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais.

O voo desta segunda seria um freela para o dono da aeronave, Srrael Campras dos Santos, de 33 anos, que também está internado. De acordo com a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), ele teve 32% do corpo queimado. Na foto abaixo, Srrael aparece à direita, recebendo os primeiros socorros.

Até às 15h30, o outro ocupante, que ainda não foi identificado oficialmente, tem 32 anos e teve 55% do corpo queimado.

Vítimas

De acordo com o Corpo de Bombeiros, dois dos mortos (Pedro Antônio Barbosa, de 54 anos, e Paulo Jorge de Almeida, 61) estavam dentro de um carro, que foi atingido em cheio pelo avião. A terceira vítima fatal é Hugo Fonseca da Silva, 38, um dos tripulantes da aeronave.

O piloto Allan Duarte, de 29 anos, morreu na tarde desta terça (22). A informação foi divulgada pelo Hospital de Pronto-Socorro João XXIII onde ele estava internado com 90% do corpo queimado, inclusive as vias áereas.

O estado de saúde dele era considerado gravíssimo e a médica cirurgiã plástica Kelly Araújo já tinha alertado sobre o risco de morte do paciente por causa da gravidade do quadro. As queimaduras agravam quadros de infecção e outros.

Segundo o pai do piloto, ele nunca tinha sofrido um acidente anteriormente. “A manutenção da aeronave estava em dia. Não sei ainda o que aconteceu”, disse Silva horas depois do acidente.

Agora são quatro mortos no acidente e outros dois pacientes continuam internados em estado grave.

Outro acidente no mesmo local

No dia 13 de abril deste ano, um avião caiu na mesma rua. Na ocasião, o piloto Francisco Fabiano Gontijo morreu carbonizado. A aeronave pegou fogo e bateu no portão de uma casa. A fiação da rede de energia elétrica foi atingida e deixou moradores do entorno sem luz.

De acordo com Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o avião havia decolado do Aeroporto Carlos Prates, também na Região Noroeste. Pelo registro de voo, o pouso seria feito no mesmo local.

Fonte: G1

Clique para comentar

Deixe um comentario

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top