Comercial

Nella Airlines quer iniciar operações ainda neste ano

Recentemente aqui no Brasil estamos acompanhando várias companhias aéreas que estão surgindo no mercado, seja de passageiros ou de carga. A Nella Airlines é uma dessas empresas, ela pretende iniciar as suas operações em 2021, mas desde o último plano de negócios, a empresa mudou um pouco o seu rumo.

Além de ter foco em voos regionais, utilizando aviões turboélice ATR 72, a Nella também quer entrar no mercado doméstico de carga no Brasil.

De acordo com a empresa, em entrevista ao site Cargo Facts, as operações serão iniciadas primeiramente do lado cargueiro, utilizando um Boeing 737-400F.

O Boeing 737 Classic já é bastante utilizado para o transporte de carga aqui no Brasil. A aeronave é a principal na frota da Sideral, da Azul Cargo e da Modern Logistics. Agora a Total Cargo também selecionou o 737F para atualizar a sua frota.

A Nella planeja voar com o cargueiro em regime de fretamento interno de São Paulo (GRU) para Confins (CNF) e Manaus (MAO), pelo menos inicialmente.

Ainda não há mais dados sobre se a Nella planeja alugar ou comprar o primeiro 737-400F. Os candidatos são aviões Boeing 737F que anteriormente operavam na Connect Cargo (brasileira), que estão estocados em Luxemburgo após a retomada por parte da Vallair.

Operações regionais

Maurício Souza afirmou em novembro que a Nella deve operar, inicialmente, nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste com aviões ATR 72-600 muito utilizados para pouso e decolagem em aeroportos menores. As aeronaves possuem capacidade para transportar até 72 passageiros em voos regionais.

A Nella terá, a princípio, o centro de operações no Aeroporto Internacional de Brasília e o centro administrativo no aeroporto Campo de Marte, em São Paulo.

O processo de conseguir autorização para realizar voos regulares pode durar vários meses, até que a empresa esteja apta a lançar o primeiro voo, mas a previsão é de que isso aconteça ainda no primeiro semestre de 2021, segundo anúncio da Nella Linhas Aéreas.

 

Recentemente os executivos da Nella se encontraram com representantes da ANAC novamente.

Investimento

A Nella obteve recentemente uma injeção de capital de aproximadamente US$ 97 milhões de sua controladora com sede nos Estados Unidos – JKL Holdings, com sede em Orlando – e é a primeira companhia aérea brasileira a ser totalmente estrangeira depois que o governo levantou o limite de 20% de investimento estrangeiro em junho de 2019, de acordo com para relatórios locais.

Fonte: Aeroflap

Clique para comentar

Deixe um comentario

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top