Comercial

Embraer revela detalhes sobre seu projeto de avião turboélice

A Embraer revelou detalhes adicionais sobre seu projeto de turboélice. Na terça (21/07) Rodrigo Silva e Souza, chefe de marketing e estratégia da Embraer Commercial Aviation, traçou uma visão para as novas aeronaves e detalhou que o avião deve chegar ao mercado nesta década.

Em uma apresentação virtual do Farnborough Airshow Connect, Rodrigo afirmou que o projeto está avançando internamente devido à versatilidade da aeronave. Ele acredita que o avião poderia ser aplicado em mercados com pouca demanda e em locais onde é difícil colocar um jato regional.

O novo turboélice da Embraer deve levar cerca de 70 a 100 passageiros, e ter atualizações significativas em aerodinâmica e no sistema de propulsão. A meta é criar uma aeronave de menor emissão de CO2 para voos de curta distância, e superar os concorrentes, como a ATR.

Essa nova perspectiva vai contra a meta anterior da Embraer de uma aeronave para 40 a 80 passageiros, e em direção ao E175 e E190.

Nos bastidores, o projeto está avançando com a equipe conduzindo uma extensa pesquisa de mercado e conversando com fornecedores de motores. A Embraer também indica que pode optar por tecnologias pouco ortodoxas, como a propulsão híbrida na nova aeronave.

O projeto está em seus estágios iniciais de desenvolvimento, então ainda há muita criação de conceitos, e parcerias para lançar o produto. A meta é disponibilizar o avião para as companhias aéreas até 2025.

Um avanço mais significativo, no entanto, depende de como a Embraer vai achar as novas tecnologias. A Rolls-Royce, por exemplo, já estava desenvolvendo uma propulsão híbrida em conjunto com a Airbus.

O projeto deverá ser realizado através da própria Embraer por enquanto, visto que não há empresas listadas ou interessadas em uma parceria.

Fonte: Aeroflap

Clique para comentar

Deixe um comentario

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top