Comercial

Emirates suspende todos os voos com passageiros

Após anunciar que iria manter algumas rotas, a Emirates terá que suspender todos os voos de passageiros a partir desta quarta, 25 de março. A medida segue uma ordem dada pelo governo dos Emirados Árabes, que decidiu aplicar uma suspensão de voos imediata em todo o território.

A proibição imposta pelo governo emiradense terá duração de, pelo menos, duas semanas. Essa era uma decisão prevista, mas não tinha data para começar. No entanto, com a escalada dos novos casos de Covid-19, os Sheikhs que comandam o país optaram por antecipar a medida com efeito imediato, pegando muita gente de surpresa.

Com isso, todas as aeronaves das companhias aéreas dos Emirados Árabes Unidos, incluindo Emirates, Etihad, Air Araibia e flydubai poderão retornar ao país, mas não poderão sair novamente pelos próximos quinze dias.

A Emirates emitiu uma declaração em que diz que “essas medidas são tomadas para a proteção das comunidades contra a propagação do COVID-19”. A comunicação da empresa também diz estar ansiosa para retomar os serviços de passageiros o mais rápido possível. Além da declaração, o Emirates Group declarou que a suspensão não reduzirá empregos, mas implementará uma redução temporária no salário-base da maioria dos funcionários por dois meses, com cortes que variam de 25% a 50%.

Atualmente, os Emirados Árabes Unidos têm um total de 300 casos da Covid-19, muitos dos quais vieram de pessoas que estavam no exterior ou tiveram contato com aqueles que estavam no exterior. O país viu 50 novos casos em 23 de março, o que o levou a suspender suas companhias aéreas e proibir as viagens na esperança de reduzir drasticamente a propagação do vírus.

Fontes: Valor / Emirates

Clique para comentar

Deixe um comentario

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top