Militar

Governo envia aviões da FAB para buscar brasileiros no Peru

Atualizado 26/3 as 15h31 – Duas aeronaves C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram do Rio de Janeiro (RJ) e de Belém (PA), por volta das 9 horas de terça (24), dando início à missão de resgate de 100 cidadãos brasileiros que se encontram em Cuzco, no Peru, impedidos de regressarem ao Brasil em razão do fechamento das fronteiras, como mecanismo de combate ao novo Coronavírus. A ação integra a Operação COVID-19, deflagrada pelo Ministério da Defesa.

Os aviões do Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte – Esquadrão Gordo (1°/1° GT) seguem até Porto Velho (RO), onde realizam pouso técnico. O Comandante da aeronave FAB 2475, Capitão Aviador Felipe Schiller Lorande, explica que o resgate será similar ao realizado na repatriação dos brasileiros que estavam na China. “Esta é uma importante missão, dada a situação mundial da crise do COVID-19, onde muitos brasileiros não conseguem retornar para suas famílias”, conta.

A previsão do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), responsável pela coordenação dos voos, é que os dois C-130 Hércules decolem para a cidade peruana na quarta (25). O retorno com os brasileiros está estimado para acontecer na quinta (26), com destino à Base Aérea de São Paulo, em Guarulhos.

Além dos tripulantes do 1°/1° GT, estão embarcadas duas equipes do Instituto de Medicina Aeroespacial Brigadeiro Médico Roberto Teixeira (IMAE), com médicos e técnicos em enfermagem, que farão as avaliações e triagem dos passageiros. A Chefe da Divisão Técnica do IMAE, Major Médica Michelle Abati Bordeaux Rego Ronconi, salienta que este é um momento de comoção mundial com o novo vírus e, por isso, a equipe se orgulha de participar das missões de repatriação. “Daremos, aos nossos irmãos brasileiros, o carinho e o cuidado necessários na proteção e no monitoramento durante o voo, de modo a garantir a segurança de todos nós”, reforça.

Além destes voos, aviões comerciais sairão de Lima e de Cuzco. Para retornar nesses aviões, os brasileiros precisam fazer contato com a Embaixada do Brasil em Lima. A operação de retirada foi uma determinação do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Chegada

Os ministérios da Defesa e das Relações Exteriores anunciaram a chegada dos dois aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) que trouxeram 66 brasileiros que estavam retidos no Peru em meio à pandemia do coronavírus.

Segundo a nota oficial, as aeronaves pousaram em Porto Velho (RO) na tarde de quarta (25). O pouso foi técnico, sem desembarque de passageiros. Na sequência, os aviões partiram para o estado de São Paulo.

Fontes: Correio Braziliense / FAB / UOL

Clique para comentar

Deixe um comentario

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top