Geral

Operação apreende avião e helicóptero com droga no Piauí

Uma operação deflagrada pela Secretaria de Segurança do Estado do Piauí apreendeu, no começo da tarde de terça (10), mais de uma tonelada de cocaína na zona Norte de Teresina.

Segundo a Secretaria de Segurança, é a maior apreensão de cocaína já realizada no Piauí. Sete pessoas foram presas e duas aeronaves foram apreendidas, sendo um helicóptero e um avião bimotor.

A operação foi deflagrada pelo Grupo de Repreensão ao Crime Organizado (GRECO), Batalhão de Operações Especiais da PM, Divisão de Operações Especiais (DOE) e Delegacia de Entorpecentes (DEPRE).

Entre os presos, três são pilotos de avião, sendo dois com registros de Pernambuco. Os outros presos são da Bahia e Pará. Segundo as investigações, um piauiense que informou residir no Pará auxiliou o trabalho do grupo em Teresina.

A quadrilha alugou pelo menos 3 residências na capital, incluindo um sitio próximo ao aeroporto da capital. A droga está avaliada em R$ 25 milhões, maior valor já apreendido no Piauí

“A investigação vai seguir com a Delegacia de Entorpecentes. A gente já está procurando até mesmo a incineração da droga. Eles tinham registro, curso de piloto e planos de rota. Teresina era apenas um ponto de apoio”, disse o delegado Tales Gomes.

Segundo ele, a droga saiu da Bahia e iria para Fortaleza e logo em seguida destino internacional.

Dentre os sete presos está o piauiense João da Cruz Marques, natural de São João da Serra, de acordo com os documentos apreendidos. Segundo a polícia, ele relatou residir no Pará e trabalhar em um garimpo da região. João da Cruz teria intermediado a locação dos imóveis para instalação do grupo na cidade. A polícia desconfiou da ação da organização próxima ao aeroporto.

“Atitudes suspeitas em sítios daqui de Teresina que foram acompanhadas durante mais de 15 dias essa movimentação. Decidimos deflagrar a operação no sentido de abordar os indivíduos que estavam em hotéis e quitinetes em Teresina”, informou o secretário de segurança, Fábio Abreu.

Foram apreendidos quatro veículos locados, um helicóptero modelo Esquilo prefixo PR-BBB e um avião bimotor Beech 58 Baron. Segundo a polícia, há droga também nas aeronaves, o que pode superar os 1,1 milhão de quilos já contabilizados pela polícia.

“Foi a maior apreensão de cocaína, foi a maior apreensão de pasta base da história do nosso estado totalizando cerca de R$ 25 milhões”, disse Fábio Abreu, que destacou que não foi aprendido nenhum armamento com o grupo.

Segundo o delegado Cadena Junior, a carga de droga serviria para mais de uma organização criminosa.
“É um lote que já vem dividido. Vários traficantes se unem em um consórcio para pagar esse transporte. A partir da embalagem é possível saber que haveria um destino final para cada lote desses”, explicou o delegado.

Foram presos:

  • André Luís de Oliveira Cajé Ferreira – piloto de avião
  • Alexandre Vagner Ferraz – piloto de avião
  • Alexandro Vilela de Oliveira
  • Vagner Farabote Leite – piloto de helicóptero
  • Renato Solon Gondim Magalhães- piloto de avião
  • João da Cruz Marques
  • Alexandre Barros Pereira de Meneses.

Fonte: Piloto Policial

Clique para comentar

Deixe um comentario

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Radar Aéreo - Radar e fonia ao vivo

Notícias de aviação civil, geral, militar e astronomia

Tags Populares

Copyright © 2017 Radar Aéreo. Desenvolvido por Aleques.

To Top