Geral

Operação Voo Baixo da PF apreende 15 aeronaves usadas no tráfico

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta (4), a Operação Voo Baixo, para desarticular uma quadrilha especializada no tráfico de drogas. A corporação indicou que começou a investigar o grupo em maio de 2018 e, desde então, apreendeu cerca de 2,6 toneladas de cocaína e prendeu outras 11 pessoas.

Um empresário do interior de São Paulo seria o suposto chefe do esquema, que, segundo a PF, articulava a compra e o transporte aéreo da droga de traficantes bolivianos, recebia a cocaína no Mato Grosso do Sul e então levava os entorpecentes para São Paulo em aviões.

Nesta manhã, os agentes cumprem 46 ordens judiciais – 13 mandados de prisão temporária e 33 de busca e apreensão – em quatro Estados: São Paulo, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Bahia.

As cidades onde as medidas são cumpridas são: Araçatuba (4), Campinas (2), Dourado (1), Guararapes (1), Jaú (1), Pereira Barreto (3), Ribeirão Preto (1), São José do Rio Preto (8), Vargem Grande Paulista (1), e na capital paulista (1) (SP); Cassilândia (2), Alcinópolis (1), Coxim (3) e Três Lagoas (2) (MS) ; Presidente Getúlio (1) (SC); e Eunápolis (1) (BA).

A Justiça determinou ainda a apreensão de 15 aeronaves e o sequestro de imóveis, entre eles 03 fazendas.

Segundo a PF, os investigados podem ser indiciados pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas, com penas que variam de 05 a 15 anos e multa e 03 a 10 anos e multa, respectivamente.

Fonte: Estadão

Clique para comentar

Deixe um comentario

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Radar Aéreo - Radar e fonia ao vivo

Notícias de aviação civil, geral, militar e astronomia

Tags Populares

Copyright © 2017 Radar Aéreo. Desenvolvido por Aleques.

To Top