Geral

Você sabe quanto custa usar o satélite lançado pelo governo brasileiro?

Em maio do ano passado, o governo brasileiro lançou na órbita terrestre o primeiro satélite estatal nacional. Batizado de Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) foi adquirido da francesa Thales Alenia Space e possui duas bandas de comunicação: a Ka, usada para aplicações comerciais (como internet banda larga), e a X, reservada para uso militar. As frequências de subida e de descida disponíveis são de, respectivamente, 17,7 a 20,2 GHz e 27 a 30 GHz.

Pois bem. Saiba que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) abriu hoje (11) uma convocação pública para que empresas interessadas em utilizar a banda Ka do satélite registrem suas ambições junto ao órgão. O mais interessante de tudo foi que a entidade divulgou o valor a ser desembolsado pelas companhias dispostas a explorar o satélite: é necessário investir R$ 3.885.393,04 para ter o direito de utilizá-lo. O equipamento foi comprado pelo governo por R$ 2,8 bilhões.

É importante observar ainda que esse dinheiro todo não garante a exclusividade no uso do satélite: se a sua concorrente estiver disposta a gastar esse montante, ele poderá usar a mesma banda de comunicação para oferecer seus próprios serviços também. Isso significa que, se a Anatel conseguir cinco “clientes”, a agência conseguirá arrecadar nada menos do que R$ 11,6 milhões. A convocação estará aberta ao longo dos próximos 30 dias.

Outro fracasso?

Vale a pena lembrar que, em novembro do ano passado, a Anatel chegou a organizar um leilão para oferecer as faixas comerciais do satélite; contudo, nenhuma empresa apareceu, comprovando que o interesse das operadoras nacionais pelo SGDC é nulo. De acordo com o jornal TeleSíntese, o uso do equipamento não é atraente para as teles justamente por conta do alto preço pedido pelo governo brasileiro pela sua exploração. Será que o episódio vai se repetir desta vez?

Fonte: TUDO CELULAR

Clique para comentar

Deixe um comentario

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top