Militar

Suboficial descarta boatos de desativação da Base Aérea de Florianópolis

Uma das unidades da Base Aérea da Capital, o chamado Grupo de Apoio de Florianópolis, será desativado e incorporado à base em 2018. Na prática, nada muda nas operações e no efetivo da base do Sul da Ilha, de acordo com o suboficial Ivan Seelig Júnior. Ele afastou os boatos de desativação da base, que surgiram nos últimos anos. De acordo com Seelig, o grupo permanece com cerca de 800 pessoas sem grandes alterações e sem transferências para outros Estados.

O Grupo de Apoio de Florianópolis foi criado em 3 de janeiro de 2017 com o objetivo de concentrar as atividades relacionadas a licitações, contratos, convênios, finanças, subsistência, almoxarifado, tecnologia da informação, transportes de superfície, protocolo e arquivo, fardamento e pessoal.

Com a instalação do grupo, dividiu-se internamente parte da equipe, que agora voltará a ser unificada. No último dia 15 de dezembro, o comando da base foi trocado. O tenente coronel aviador Luiz dos Santos Alves assumiu o posto que até então estava com o coronel aviador Antonio Ferreira de Lima Júnior.

No fim de dezembro de 2016, a FAB (Força Aérea Brasileira) anunciou a transferência do Esquadrão Phoenix de aviões para Canoas (Rio Grande do Sul), quando cerca de 60 militares se mudaram para o Estado gaúcho. Desde então, não houve grandes mudanças na base, que foi ativada na cidade em 1941.

Fonte: NOTÍCIAS DO DIA (SC)

Clique para comentar

Deixe um comentario

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top