Radar Aéreo - Forum de discussões

 
Avatar do usuário
radaraereo
Site Admin
Tópico Autor
Mensagens: 779
Registrado em: Sex Dez 09, 2016 4:33 pm

Acidente com o Citation 560XL PR-AFA

Seg Ago 07, 2017 11:42 am

Juíza aumenta tempo de investigação do acidente que matou Eduardo Campos

Imagem

A juíza Alessandra Nuyens Aguiar Aranha, da 4ª Vara Federal de Santos, município no litoral de São Paulo, interrompeu o prazo de prescrição para ações judiciais sobre o acidente de avião que matou o então candidato à Presidência Eduardo Campos (PSB), em agosto de 2014. Os processos prescreveriam no dia 13 de agosto deste ano.

O pedido foi feito pela mãe de Eduardo Campos, Ana Lucia Arraes de Alencar, e pelo irmão Antônio Campos.

A família contesta relatório do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), que apontou falha humana e condições metereológicas adversas como possíveis causas da queda.

Os familiares argumentam, segundo a decisão, que o Relatório de Investigação do Controle do Espaço Aéreo (RICEA) "teria demonstrado certos equívocos naquela conclusão pericial", e que pediram à Aeronáutica o acesso ao RICEA, o que teria sido negado.

A juíza argumenta que a mãe e o irmão de Campos "sustentam terem o direito de saber a verdade, por meio de provas que esclarecerão as reais causas do sobredito acidente aéreo, inclusive para promoverem as ações cíveis cabíveis".

Com a decisão, as ações contra a União e a fabricante da aeronave, a Cessna Aircraft Corporation, ganham mais prazo para serem julgadas.

A juíza da 4ª Vara Federal de Santos também solicitou ao Ministério Público Federal (MPF) que sejam produzidas provas antecipadas a respeito do caso.

Eduardo Campos, que deixou o cargo de governador de Pernambuco para concorrer à presidência em 2014, ia para Santos participar de uma atividade de campanha a bordo do jatinho particular Cessna Citation 560 XL, prefixo PR-AFA. A aeronave caiu antes do pouso. Mais seis pessoas morreram no desastre.

Imagem
 
Avatar do usuário
radaraereo
Site Admin
Tópico Autor
Mensagens: 779
Registrado em: Sex Dez 09, 2016 4:33 pm

Re: Acidente com o Citation 560XL PR-AFA

Sáb Ago 12, 2017 11:35 am

Três anos após morte de Eduardo Campos, investigação não foi concluída

A morte do então candidato à Presidência Eduardo Campos completará três anos no domingo, mas até hoje a investigação não foi concluída.

+ Ex-governador de Pernambuco, o político do PSB morreu, aos 49 anos, em um acidente aéreo em Santos, no litoral paulista, junto com outras seis pessoas.

+ A BandNews FM exibe hoje uma reportagem especial detalhando o andamento da investigação.

+ A Polícia Federal é responsável pela apuração, que segue sob sigilo, mas ainda não finalizou o caso.

+ Para evitar que a ação prescreva, o que poderia inviabilizar eventuais punições e indenizações, a Justiça Federal de Santos ampliou o prazo para conclusão.

+ A decisão foi tomada pela juíza Alessandra Aguiar após a família de Eduardo Campos questionar o único laudo finalizado, o do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos.

+ O Cenipa acredita que vários fatores contribuíram para o acidente, incluindo falha mecânica e erros do piloto.

+ Em entrevista à BandNews FM, o especialista em aviação e ex-piloto Ivan Santana afirmou que concorda com o laudo: “Foi falha do piloto mesmo. É normal que as famílias contestem. As pessoas, geralmente, não gostam de culpar mortos”.

+ Já o ex-comandante e também especialista no setor Carlos Camacho discorda: “Eles (pilotos) foram surpreendidos por um problema de projeto, que remeteu o avião a uma situação de mergulho fatal”.

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante