Radar Aéreo - Forum de discussões

 
Avatar do usuário
radaraereo
Site Admin
Tópico Autor
Mensagens: 1288
Registrado em: Sex Dez 09, 2016 4:33 pm

Boeing - Noticias

Qua Fev 19, 2020 10:22 am

Crise do Boeing 737 Max será retratada em documentário

Imagem

Em outubro de 2018, um Boeing 737 MAX partiu de um aeroporto em Jacarta, na Indonésia, em direção a Pangkal Pinang. O voo doméstico resultou em uma tragédia que matou 190 pessoas a bordo. Cinco meses depois, mais uma queda de um Boeing 737 MAX, dessa vez durante o voo 302 da Ethiopian Airlines, contabilizando mais 157 vítimas.

Os dois episódios levaram à suspensão do modelo de voos comerciais e fizeram do modelo de aeronave o pivô de uma crise na Boeing, que já custou mais de US$ 18 bilhões à companhia, segundo informações da própria empresa.

Imagem

Agora, a Imagine Entertainment, em parceria com o cineasta Rory Kennedy, planejam fazer um documentário sobre a crise do Boeing 737 Max. Segundo a Bloomberg, além de abordar a situação da empresa, o produção deve retratar o cenário pós-tragédia de famílias da vítima e demais pessoas afetadas.

A produtora não revelou detalhes sobre o documentário, incluindo datas de início de filmagens ou em que plataformas o filme deve ser distribuído.

Fonte: Olhar Digital
 
Avatar do usuário
radaraereo
Site Admin
Tópico Autor
Mensagens: 1288
Registrado em: Sex Dez 09, 2016 4:33 pm

Re: Boeing - Noticias

Ter Jan 12, 2021 2:08 pm

Boeing concorda em pagar US$ 2,5 bilhões para encerrar processo criminal

A Boeing concordou em pagar US$ 2,5 bilhões (£ 1,8 bilhão) para encerrar as acusações criminais dos EUA, envolvendo um suposto ocultamento de informações de funcionários de segurança sobre o projeto de seus aviões 737 MAX.

O Departamento de Justiça dos EUA disse que a empresa escolheu “lucro em vez de franqueza”, impedindo a supervisão dos aviões, que estavam envolvidos em dois acidentes.

Cerca de US$ 500 milhões irão para as famílias das 346 pessoas mortas nas tragédias. A Boeing disse que o acordo reconhece como a empresa “falhou”.

O presidente-executivo da Boeing, David Calhoun, disse: “Acredito firmemente que entrar nessa resolução é a coisa certa a fazer – um passo que reconhece apropriadamente como ficamos aquém de nossos valores e expectativas.”

“Esta resolução é um sério lembrete para todos nós de quão crítica é nossa obrigação de transparência para com os reguladores e as consequências que nossa empresa pode enfrentar se qualquer um de nós ficar aquém dessas expectativas.”

Da penalidade total, a maioria, US$ 1,77 bilhão, deve ser direcionada aos clientes empresa, que foram afetados pela subsequente paralisação dos aviões.

Fonte: BBC

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes