Militar

Embraer T-27M Tucano realiza primeiro voo em Lagoa Santa

No dia 23 de outubro de 2020, Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira (FAB), o Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA LS), em Minas Gerais, testemunhou um grande marco para a aviação: o primeiro voo da aeronave T-27 Tucano modernizada matrícula FAB 1446. Esta modificação tem por finalidade aperfeiçoar a formação dos futuros pilotos da Academia da Força Aérea (AFA). Além disso, soluções logísticas foram implementadas, como a substituição de itens obsoletos.

O primeiro voo foi realizado pelo Coronel Aviador Marcelo Zampier Bussmann, piloto de ensaio e Diretor do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), tendo como engenheiro de ensaio o Tenente Matheus Pacheco Guanabara Santiago. Com duração de 2 horas e 5 minutos, no primeiro voo do T-27M foram verificados diferentes níveis de degradação do sistema elétrico, funcionamento dos sistemas de emergência, avaliação do sistema anemométrico e da integração dos novos equipamentos incorporados, que incluiu sistemas de referência de atitude e navegação. O voo foi suportado por uma aeronave paquera a fim de garantir a segurança do ensaio.

Leia também
Embraer T-27 Tucano da FAB entra em fase final de modernização
FAB vai modernizar 50 aeronaves Embraer T-27 Tucano

“A nova aviônica comportou-se muito bem, a despeito da integração ser bastante complexa”, afirmou o Tenente Santiago. “De forma geral, o sistema incorporado é muito robusto e moderno. Ele permitirá que os cadetes tenham contato com uma plataforma bastante atual, facilitando sua adaptação para os novos vetores da FAB, como o KC-390 Millennium e o F-39 Gripen. Da mesma forma, os sistemas backup melhoraram substancialmente, aumentando a segurança da operação da aeronave T-27 na AFA e no contexto atual da navegação aérea”, complementou o Coronel Bussmann.

O voo foi coordenado pelo Diretor do PAMA LS, Coronel Aviador Marcelo Reed Sardinha, que destacou a importância do evento. “Esse dia é um marco para a FAB e está sendo uma grande vitória para nós. Isto é fruto de 45 dias de trabalho ininterruptos dos nossos técnicos, inspetores e engenheiros. Para que o nosso sonho se concretizasse, foi realizado um esforço conjunto da Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico (DIRMAB), do IPEV, Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) e do Instituto de Logística da Aeronáutica (ILA), com as orientações do Comando-Geral de Apoio (COMGAP). O sucesso da missão, atrelado ao reduzido tempo de implementação, é um grande feito para a aviação“, concluiu.

Fonte: FAB / Fotos: PAMA LS

Clique para comentar

Deixe um comentario

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top